18 de September de 2019

Vereador de Madre de Deus se defende de acusações na web e pede provas

O vereador de Madre de Deus, Anselmo Duarte (DEM) se defendeu nesta terça-feira (9), no plenário da Câmara Municipal das acusações de internautas que criaram um “Baralho do Crime” em alusão ao catálogo da Secretaria de Segurança Pública (SSP-BA), que reúne informações dos foragidos mais perigosos do estado, como nome, apelido, área de atuação, além da foto.

Com dedo em riste, o edil rebateu a publicação e pediu as pessoas que assistiam a sessão e aos vereadores para apresentarem provas que ele é criminoso.

Em seguida, ele afirmou que colegas na Câmara “pegaram pesado” compartilhando a publicação. Visivelmente irritado, ele dispara: “Não sabe nem o que fez na rede social”. Anselmo não citou o nome do parlamentar, mas deu a entender que se referiu ao vereador Val Peças (PSL) que compartilhou a publicação no Facebook.

“Olhe vereador…Neste exato momento, eu acabei de me emocionar. Eu acabei de ver minha filha neste plenário. Será que ela viu na rede social o que eu vi aqui? No Baralho do Crime!”, questiona.

Tentando segurar as lágrimas, o vereador afirma que que nunca matou nem roubou.

Anselmo também reclamou que as pessoas não podem ser acusadas sem provas e questiona: “Cadê a materialidade desse bendito processo do termo de acordo, cadê as provas?”.

Ouça o Áudio:

Diversos internautas compartilharam o post de uma página do município e fizeram várias críticas aos agentes políticos envolvidos no processo.

O post Vereador de Madre de Deus se defende de acusações na web e pede provas apareceu primeiro em Madre sem Média.


Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.