20 de July de 2019

Suspeitos clonaram carro usado em assassinato de Marielle, diz polícia

Dois homens suspeitos de terem clonado o carro Cobalt prata usado no assassinato de Marielle Franco (PSOL) e do motorista Anderson Gomes foram presos na manhã desta sexta-feira, 31, em operação da Polícia Civil e do Ministério Público do Rio contra a milícia de Orlando Oliveira de Araújo, o Orlando Curicica, na zona oeste. Na mesma operação, também foi preso um policial militar acusado de atrapalhar as investigações sobre a morte da vereadora.

Rafael Carvalho Guimarães e Eduardo Almeida Nunes Siqueira, presos na Operação Entourage, são acusados de serem responsáveis pela clonagem de carros para a milícia de Curicica. Ele é um ex-PM, que está preso em Mossoró, no Rio Grande do Norte.

Segundo o delegado, Rafael e Eduardo clonavam carros a serem usados em crimes da própria quadrilha. Mas esse também era um negócio oferecido para outros grupos criminosos.

Também foi preso o PM Rodrigo Jorge Ferreira, o Ferreirinha, braço armado da quadrilha, motorista de Orlando Curicica, acusado de mentir para a polícia, obstruindo as investigações no caso da morte da vereadora. Ferreirinha e Curicica tiveram um desentendimento no fim de 2017.

O post Suspeitos clonaram carro usado em assassinato de Marielle, diz polícia apareceu primeiro em BAHIA NO AR.


Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.