Sob protestos, PM morto na Barra é enterrado em Itabuna-BA

Foi enterrado na tarde desta segunda-feira (29), o Policial Militar, Wesley Soares Góes, de 38 anos, morto após um surto psicótico no Farol da Barra. Familiares e colegas se aglomeraram e prestaram homangens ao soldado em um cemitério Campo Santo, em Itabuna.

Foram registrados aplausos e fogos de artifício no local, além de muita comoção. Também houve uma manifestação pelas ruas da cidade.  Vestidos de preto, centenas de manifestantes caminharam com brados de “A PM parou” e um carro de som tocando o Hino Nacional.

O corpo foi levado de avião para o Aeroporto Jorge Amado, em Ilhéus, no início da tarde e transportado em um carro para Itabuna. O translado do caixão foi providenciado pelo Governo do Estado, segundo informações da Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP). Wesley Soares foi alvejado, por volta das 18h30 do domingo (29), após efetuar disparos na direção dos policiais que faziam o cerco ao local. Segundo a SSP-BA, ao menos 10 tiros foram disparados. Ele foi encaminhado para o Hospital Geral do Estado (HGE), mas não resistiu aos ferimentos.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*