7 de December de 2019

Senado convida Greenwald para falar de mensagens em audiência

A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado aprovou, nesta quarta-feira, 3, um requerimento do senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) para que o jornalista Glenn Greenwald, do site The Intercept Brsil, compareça a uma audiência pública.

O objetivo dos parlamentares é que Greenwald preste esclarecimentos sobre os diálogos vazados pelo site envolvendo o então juiz federal Sergio Moro e o chefe da força-tarefa da Operação Lava Jato, Deltan Dallagnol. A data da audiência ainda será marcada.

Esta não será a primeira vez que Glenn Greenwald será ouvido por parlamentares. No último dia 25, o jornalista compareceu à Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara dos Deputados para falar sobre as mensagens. Na ocasião, ele afirmou que “em qualquer país democrático”, Moro sofreria consequências graves, como perda do cargo de ministro ou proibição para exercer a função pública.

Aos deputados presentes, Greenwald disse, ainda, que Moro, atual ministro da Justiça e Segurança Pública do governo Bolsonaro, não negou, em nenhum momento, a veracidade das mensagens reveladas pelo The Intercept Brasil. “Ele disse apenas que o material poderia ter sido alterado”, afirmou.

Na audiência na Câmara, o editor do The Intercept Brasil também rebateu questionamentos sobre como o site obteve as mensagens. Greenwald disse que “não tem importância nenhuma” o método utilizado por uma fonte para obter uma informação. “O jornalismo mais importante nas ultimas décadas foi baseado em informações e documentos muitas vezes roubados”, afirmou.

O post Senado convida Greenwald para falar de mensagens em audiência apareceu primeiro em BAHIA NO AR.


Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.