16 de September de 2019

Policial civil invade Secretaria de Educação do DF e mata servidora

Um policial civil entrou armado no prédio da Secretaria de Educação do Distrito Federal e matou a servidora Débora Tereza Correia. Após o crime, Sergio Murilo dos Santos, de 51 anos, se suicidou. Bombeiros esvaziaram o edifício.

De acordo com o G1, Sergio e Débora tinham um relacionamento, mas estavam separados. O policial, lotado na 13ª DP na cidade satélite de Sobradinho, tinha passagens por ameaça e perturbação da tranquilidade, e respondia a um processo por violência doméstica e familiar.

Ainda de acordo o G1, citando o secretário de Educação, Rafael Parente, que o homem ao entrar armado no prédio, chamou Débora para fora da sala, no terceiro andar do edifício e os dois começaram a discutir no corredor e Sérgio atirou na vítima. Logo depois, o policial tirou a própria vida.

Pelo Twitter, o secretário de Educação, Rafael Parente, confirmou o feminicídio. O local onde aconteceu o crime abriga a Coordenação Regional de Ensino do Plano Piloto, além de outras subsecretarias da Educação do DF.


Veja mais

The post Policial civil invade Secretaria de Educação do DF e mata servidora appeared first on Portal do Cerrado.


Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.