15 de October de 2019

Moradores usam redes sociais para reclamar de podas e cortes de árvores em Madre de Deus

Apesar de todo mundo saber da importância que as árvores têm na vida das pessoas, é comum ver áreas verdes inteiras, ameaçadas, principalmente por obras públicas. Até mesmo em Madre de Deus, que é uma das cidades mais quentes da região,  já sente os efeitos desarborização.

Atualmente, a Secretaria Municipal  de Meio Ambiente dispõe de um pequeno número de funcionários e não apresentou um serviço para minimizar os impactos causados por cortes e podas de árvores na cidade.

O assunto repercutiu na cidade e “brotou” nas redes sociais através de críticas sérias à falta de árvores e vegetações no município que passa por um processo de verticalização que dificulta a circulação de ar, devido à diminuição do espaço físico plano para construção.

A obra na Praça 13 de junho que fica no centro da cidade, por exemplo, recebeu  críticas de internautas porque o projeto de requalificação não contemplava as árvores em sua forma original. Imagens feitas por um internauta impressionam pela quantidade de galhos cortados.

A prefeitura aumentou o número de cortes e podas drásticas, porém, ainda não replantou novas árvores nos locais. Para a maioria das pessoas, é possível fazer com que a cidade cresça de maneira sustentável.

Para cortar árvores nativas, aquelas que pertencem à fauna brasileira é preciso autorização do INEMA, órgão que fiscaliza o cumprimento das leis ambientais. Para cada árvore derrubada é necessário que outras sejam plantadas na condição de compensação ambiental. No caso de espécie ameaçada de extinção, raras ou não identificadas a situação fica ainda mais complicada, podendo não obter a autorização do órgão fiscalizador.

Internautas classificaram os cortes e podas no município como “absurdos”, outros direcionaram a responsabilidade ao prefeito Jeferson Andrade.

Na semana passada, a empresa que presta serviço a prefeitura cortou uma antiga mangueira na Praça da Nova  Madre de Deus (Nas Casinhas). Depois de uma poda no início do mês de abril, que retirou todos os galhos da árvore.

Em outra rua do mesmo bairro, quatro árvores também foram cortadas, o que acabou auxiliando um morador que abriu uma garagem num local onde haviam duas árvores. Não há detalhes se o morador solicitou o corte das duas árvores, ou se foi uma iniciativa da empresa com aval da Secretaria Municipal de Serviços Públicos.

Os moradores se queixaram ainda que o rapaz que fez a garagem é irmão do dono da empresa. O Bahia Manchetes não conseguiu o contado com a empresa, mas o espaço está aberto para esclarecimentos sobre o caso.

O post Moradores usam redes sociais para reclamar de podas e cortes de árvores em Madre de Deus apareceu primeiro em Bahia Manchetes.


Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.