15 de October de 2019

Marden volta a atacar imprensa, muda discurso e diz que não foi a polícia que derramou tacho de óleo em confusão no carnaval

Uma semana depois de acusar a polícia de derramar um tacho de óleo em cima de uma criança de 5 anos, o vereador Marden Lessa (PC do B) mudou o discurso e acusou a imprensa de divulgar “notícias falsas”.

“Eu não disse que foi a polícia que jogou o óleo não, mas eu disse que quando a polícia entrou o óleo caiu, e eles não prestaram socorro. Tá gravado aí em meu discurso”, disse o edil na tentativa de ofuscar as declarações da semana anterior.
Veja o Vídeo:

De forma distorcida, o parlamentar afirmou que o site quer atacar os vereadores porque suas declarações sobre a polícia foram reproduzidas, inclusive, a parte que o edil afirma que teria ‘registrado tudo’ para levar para o comando da PM.

Entenda

Antes de acusar a polícia, no dia 12 de março, Lessa disse que as pessoas têm medo de falar de quem realmente errou.

“As pessoas gostam de falar de político, mas tem medo de falar quando as coisas acontecem, de quem realmente errou. Aí, eu vou falar do caso da menina aqui oh! Que foi a polícia que derramou o tacho do óleo que eu tenho gravado, filmado e fotografado tudinho desde quando saiu o bloco até o final do bloco”, disse.

Na ocasião, ele chegou a alfinetar os veículos de comunicação ao afirmar que “a imprensa não fala nada e se recolhe”.
Veja Vídeo:

O Madre sem Média, reproduziu apenas às declarações do vereador que é conhecido por atacar os veículos de comunicação quando não gosta do que foi publicado.

A reportagem, anexou o áudio no dia 12 de março, com às declarações do parlamentar que ficou conhecido nos bastidores como “louco bipolar”. Ele também é chamado de político  “camaleão” que crítica ou elogia o governo de acordo com a sua conveniência.

O objetivo do parlamentar, era tirar o foco de que a confusão que aconteceu no carnaval, e que deixou duas pessoas feridas envolveu foliões que participavam do bloco patrocinado por ele.

As imagens de foliões que usavam abadás do “Bloco do Povo” durante a confusão, foram compartilhadas em diversos grupos de um aplicativo de celular.

Da tribuna, o vereador argumentou que o bloco que havia terminado há cerca de 10 minutos não teve relação com à confusão, mas às imagens mostram uma briga envolvendo um folião que usava o abadá. Não se sabe, se o folião foi o agredido ou o agressor.
Veja Vídeo:

Até o momento, o vereador que reforçou às acusações à polícia ao afirmar que teria tudo filmado e fotografado, ainda não encaminhou as supostas provas para o comando da Polícia Militar.
Veja:

A reportagem aguarda um comunicado oficial da PM sobre as acusações do vereador Marden.

Vídeo do momento que o tacho com óleo é derrubado durante o tumulto: 

— Matérias relacionadas

Relembre: Duas pessoas ficam feridas na madrugada desta quarta em Carnaval de Madre de Deus

Leia também:Família pede ajuda para criança e mulher que sofreram queimaduras em confusão no carnaval de Madre de Deus

Leia + Vereador de Madre de Deus acusa polícia de derrubar tacho de óleo em criança no Carnaval

O post Marden volta a atacar imprensa, muda discurso e diz que não foi a polícia que derramou tacho de óleo em confusão no carnaval apareceu primeiro em Madre sem Média.


Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.