Jogadores da Seleção vão divulgar nota conjunta em redes sociais depois do jogo desta terça

Não se espera manifesto firme, com críticas fortes e nominais. Mas o grupo de jogadores, unido à comissão técnica, pretende afastar rumores de que puseram em dúvida a participação na Copa América, marcada para começar no próximo domingo, no estádio Mané Garrincha, em Brasília, contra a Venezuela. Um texto de muitas mãos e que será divulgado pelos 25 atletas momentos depois do apito final de Paraguai e Brasil, nesta noite de terça-feira, no estádio Defensores del Chaco.

a maior motivação do manifesto era deixar clara a insatisfação com todos problemas da organização da competição. Em referência à desistência da Argentina e à impossibilidade da Colômbia receber a competição, o Brasil abriu os braços para organizar de última hora a competição.

Depois da partida, o capitão Casemiro vai para a coletiva de imprensa, com Tite. E vai evitar qualquer conotação política, tom aliás do comandante da tropa, o treinador da seleção brasileira. Tite se esquivou até de rebater as críticas diretas e pouco compreensíveis do vice-presidente da República e de outros apoiadores do governo de Jair Bolsonaro.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*