Insulina inalável chega ao mercado brasileiro

A insulina inalável tem ação ultrarrápida e é mais parecida com o hormônio produzido naturalmente pelo organismo

Insulina inalável para o tratamento de diabetes chega ao mercado brasileiro
A insulina inalável tem ação ultrarrápida e é mais parecida com o hormônio produzido naturalmente pelo organismo.

Já está disponível no Brasil a insulina inflável, que oferece menor risco de hipoglicemias aos usuários. A insulina inalável Afrezza® chega ao mercado pela Biomm, empresa brasileira de biotecnologia, em uma parceria com a MannKind Corporation, biofarmacêutica norte-americana.

O Brasil, que possuí16,8 milhões de pessoas com diabetes e 500 novos casos diagnosticados diariamente, é o segundo país a disponibilizar a medicação, depois dos Estados Unidos. Aprovado pela Anvisa em 2019, o medicamento será comercializado em três dosagens (4, 8 e 12 unidades), em embalagens com 90 e 180 refis, e dois inaladores por caixa.

A insulina inalável tem ação ultrarrápida e é mais parecida com o hormônio produzido naturalmente pelo organismo. O medicamento se dissolve pelo pulmão após a inalação e atinge imediatamente a corrente sanguínea, por isso os níveis máximos da medicação são alcançados entre 12 a 15 minutos após a administração, que deve ser realizada antes das refeições. A terapia é indicada para pacientes adultos.

A insulina inalável custará a partir de R$ 1.900,00 (caixa com 90 refis de 8 UI cada). Esse valor só é oferecido ao paciente, caso ele entre no programa Mais Saúde BIOMM. É necessário se cadastrar pelo site www.maissaudebiomm.com ou telefone 0800-057-2467. Sem o cadastro, o medicamento pode ficar entre 20% e 35% mais caro.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*