15 de October de 2019

”Governo Federal quer proibir diversidade de ideias nas universidades públicas”, diz Galo sobre corte de verbas do MEC

O deputado estadual e líder do PT na Assembleia Legislativa da Bahia, Marcelino Galo, se posicionou contra a atitude do Ministério da Educação (MEC), em cortar 30% dos recursos das universidades federais, inclusive da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Para Galo, “O Governo Federal quer impor às instituições públicas suas próprias ideologias e transformar as pessoas em indivíduos sem nenhuma criticidade sobre a vida”.

“A universidade é um espaço para debate de ideias, divergentes do Governo Federal ou não. Querem proibir a diversidade e impor a censura. Índios, sem-terra, acampados, agricultores, devem ocupar os campi, porque um local tão rico em conhecimento precisa abraçar todas e todos, sem distinção. A UFBA, por exemplo, promove diversas atividades que visam devolver à sociedade o conhecimento adquirido. Esse sim é o papel das universidades públicas. Esse corte irá afetar ações importantes da instituição mais antiga da Bahia, que ocupa posições de destaque em avaliações internacionais”, completou Marcelino Galo.

O post ”Governo Federal quer proibir diversidade de ideias nas universidades públicas”, diz Galo sobre corte de verbas do MEC apareceu primeiro em Marcelino Galo.


Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.