18 de September de 2019

Enem: Inep diz que avalia ‘alternativas seguras’ para imprimir prova após gráfica pedir falência

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) informou nesta terça-feira (2) que avalia “alternativas seguras” para a impressão das provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2019. De acordo com o instituto, o cronograma do exame está mantido. As provas devem ocorrer em 3 e 10 de novembro.

Ontem (1º), a gráfica RR Donnelley, responsável pela impressão das provas desde 2009 e que também iria imprimir a edição deste ano, entrou com pedido de falência. Segundo o G1, a empresa informou estar deixando de operar no Brasil devido às “atuais condições de mercado na indústria gráfica e editorial tradicional”. Funcionários da gráfica protestaram nesta manhã contra a decisão.

Conforme o cronograma geral da licitação que a RR Donnelley venceu para imprimir as provas, o trabalho da gráfica começaria no mesmo período das inscrições para o Enem – de 6 a 17 de maio .

De acordo com a publicação, o processo para elaborar uma licitação até a contratação de uma nova empresa, no entanto, leva no mínimo seis meses – incluindo audiências públicas e as demais etapas exigidas pela Lei de Licitações.

‘Alternativas seguras’
Uma alternativa, em casos emergenciais, é o Inep conseguir uma dispensa de licitação para contratar uma gráfica e garantir a impressão segura das provas a tempo da aplicação do Enem 2019.

O post Enem: Inep diz que avalia ‘alternativas seguras’ para imprimir prova após gráfica pedir falência apareceu primeiro em BAHIA NO AR.


Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.