Covid-19: Anvisa recomenda suspensão de AstraZeneca em grávidas

Nem todos estados precisaram passar por mudança na vacinação de mulheres grávidas porque estavam aplicando outras vacinas no grupo

Aplicação da vacina AstraZeneca em grávidas é suspensa
A Anvisa recomenda suspensão de aplicação da vacina AstraZeneca em grávidas - Foto: Reprodução

Nesta segunda-feira (10) a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) recomendou a suspensão imediata da vacina contra a Covid-19 AstraZeneca para grávidas.

A orientação tem como base o resultado do monitoramento de eventos adversos feito de forma constante sobre as vacinas em uso no país. A Anvisa afirma ainda que a bula atual da vacina contra Covid da AstraZeneca não recomenda o uso da vacina por gestantes sem orientação médica.

Com isso, estados e prefeituras brasileiras mudaram o esquema de vacinação desse público. Algumas localidades não serão afetadas porque estão vacinando as grávidas com a vacina Pfizer.

Houve mudanças no Rio de Janeiro, São Paulo, Sergipe, Pernambuco, Mato grosso do Sul, Goiás, Paraíba, Rio Grande do Sul, Tocantins, Acre, Paraná, Rio Grande do Norte e Minas Gerais.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*