20 de November de 2017

Tim Cook, CEO da Apple afirma ter orgulho de ser gay

Em site de revista americana, Tim Cook conta porque decidiu se abrir para o mundo

“Considero que ser gay é um dos grandes dons que Deus me deu”. Com essas palavras, Tim Cook, CEO da Apple escancarou para o mundo a sua orientação sexual, através de artigo publicado no site da revista Bloomberg Businessweek, nesta quinta-feira (30), nos Estados Unidos. O presidente de uma das maiores empresas do mundo tomou essa decisão porque sentiu que precisava fazer algo para aqueles que passam por algum tipo de discriminação por conta da sua sexualidade.

“Eu não me considero um ativista, apenas entendo o quanto tenho sido beneficiado pelo sacrifício de outros. E acho que, se ouvir o CEO da Apple dizer é gay pode ajudar alguém a lidar com a sua luta interna para assumir quem realmente é, ou trazer conforto a quem se sente solitário ou inspirar quem luta por igualdade de direitos, então terá valido a pena abrir mão da minha privacidade”Citando palavras do Dr. Martin Luther King em seu artigo, Cook disse ainda que compreendeu que é necessário fazer mais para a sociedade, especialmente quando se trata de minorias.

Tim Cook com Steve Jobs

Casca dura

Tim Cook ocupou o lugar de Steve Jobs na Apple, o qual ele afirma que se trata de uma tarefa que exige nervos de aço e ser homossexual o ajudou a encarar os problemas com mais força. “Ser gay me deu uma compreensão profunda do que significa pertencer a uma minoria e me abriu uma janela para os desafios que os membros de grupos minoritários enfrentam no dia a dia . (…) Isso também me dá a pele (dura) de um rinoceronte, que vem a calhar quando você é o CEO da Apple.

Embora tenha resolvido compartilhar a sua orientação sexual, Cook não acredita que isso afetará a suas relações na Apple. Ele conta no artigo que muitos dos seus colegas sabem ele é gay, e o respeitam como a qualquer outro. “Por anos, fui aberto sobre a minha orientação sexual com algumas pessoas. Muitos colegas na Apple sabem que eu sou gay e isso não parece fazer diferença na maneira como me tratam. Claro que eu tenho a sorte de trabalhar em uma companhia que ama a criatividade e a inovação e sabe que elas só podem florecer quando você abraça as diferenças. Nem todo mundo é tão sortudo”, afirmou Cook.

 


Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*