20 de November de 2017

Baianos irão estrear nas Olimpíadas Escolares em Fortaleza

Os 50 estudantes e técnicos baianos disputam, a partir deste sábado (11/9), as competições das modalidades individuais, da etapa de 12 a 14 anos, das Olimpíadas Escolares 2010, que acontecem até o próximo dia 19, em Fortaleza, no Ceará. A cerimônia de abertura do evento vai ser realizada nesta sexta-feira (10/9), à noite, no Ginásio Paulo Serasate. A Superintendência dos Desportos do Estado da Bahia promoveu as seletivas estaduais e está apoiando a delegação, com as passagens aéreas. Esta é a maior edição da olimpíada já realizada, com um total de 4.217 inscritos, sendo 3.635 atletas, de 1.119 escolas (688 públicas e 461 privadas).

A Bahia estreia no sábado (11/9), sendo que  no atletismo, as provas acontecem durante todo o dia, na pista da Unifor. Entre as novidades das olimpíadas deste ano está o ciclismo cujas provas acontecerão no  Autódromo Senador Virgílio Távora. No judô, as competições acontecerão no tatame do Colégio Irmã Maria Montenegro, sendo a partir das 9 horas, pesos pesado e  meio pesado, e a partir das 15h30, pesos médio e meio médio. As provas eliminatórias da natação acontecem a partir das 15 horas, na piscina do Náutico Atlético Cearense. Já o xadrez tem sua primeira rodada, a partir das 9 horas, no Auditório do Comando Geral da Polícia Militar do Ceará.

Em entrevista nesta sexta-feira (10/09) atletas de nome, embaixadores das olimpíadas escolares de 2010, falaram da importância do evento para quem está começando no esporte e para as Olimpíadas de 2016, que serão disputadas no Rio de Janeiro.  Para o medalhista de bronze dos jogos Pan americanos do Rio 2007, o ciclista Luciano Pagliarini, um evento com as olimpíadas escolares é de grande importância na formação de novos atletas, incentivando e revelando talentos. A trajetória  do atleta começou em Londrina, aos 13 anos, até participar de dois Jogos Olímpicos (em Atenas 2004 e Pequim 2008), além de  representar equipes nacionais e internacionais, somando mais de 180 vitórias ao redor do mundo. “Todos começamos em eventos regionais e daí para grandes competições. Esta é a primeira vez que estou presente nas Olimpíadas Escolares e sei que hoje sirvo de espelho para esta molecada”, analisa.

As Olimpíadas Escolares são organizadas e realizadas pelo Comitê Olímpico Brasileiro – COB, co-realizadas pelo Ministério do Esporte e pelas Organizações Globo, com direção técnica das Confederações Brasileiras Olímpicas e apoio do Governo do Ceará. A competição  será disputada por 28 delegações, sendo uma para cada um dos 26 estados brasileiros, mais uma equipe do Distrito Federal e outra da cidade sede.


Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*